A Psicoterapia Online segue as mesmas regras da Psicoterapia presencial, onde o profissional se compromete com a ética e sigilo para com o paciente. Os testes psicológicos, quando utilizados, devem ter a comprovação de eficácia Online. O que muda, além do distanciamento físico do profissional e paciente, é que os meios tecnológicos não garantem cem por cento de segurança em relação aos dados trocados, necessitando, assim, que se utilizem meios para minimizar os riscos, como antivírus e firewall. Os casos de violação de direitos, urgências, emergências, desastres e atendimento infantil estão proibidos de serem atendidos por meios tecnológicos. Para mais informações, acesse a aba "Atendimento Online" deste site.

 

Há muita confusão com relação às atividades desses dois profissionais. Todos desenvolvem um método de tratamento para os transtornos mentais, porém, de maneiras diferentes, conforme sua formação profissional. O psicoterapeuta é formado em Psicologia e seu método de trabalho é baseado nos encontros e discurso do paciente, realizando a Psicoterapia. O psiquiatra é um médico que se especializou no tratamento da doença mental, compreendendo-a através de um modelo biomédico e incluindo o uso de medicamentos.

 

 

As pessoas podem falar ao psicólogo aquilo que sentirem vontade. A comunicação é construída pela dupla durante os encontros. Então, geralmente, não há um assunto específico ou a obrigação de se falar o que não deseja no momento.

 

Geralmente, os pais possuem a iniciativa de procurar o tratamento para seus filhos. Assim, nos primeiros encontros são realizadas entrevistas, em que estes poderão falar sobre o motivo da procura pelo tratamento, o desenvolvimento e a história de vida da criança e sua família. Este momento é importante para que o profissional possa ter informações que lhe ajude a compreender as dificuldades da criança e o mundo em que vive. Depois, os encontros serão realizados individualmente com a criança. Destaca-se que, durante o tratamento, os pais e o psicólogo podem se encontrar quando necessário, para pensarem em melhores formas de contato com a criança.

 

 

É muito difícil oferecer uma resposta concreta, pois o processo de psicoterapia não visa apenas diminuição/cura dos sintomas. É um tratamento que busca também o autoconhecimento, sendo assim, é vivido de maneira muito particular. Nesse contexto, o tempo utilizado varia conforme a pessoa. Quando o processo está próximo ao fim, este será decidido e conversado pela dupla paciente/psicólogo.

 

 

 

Não, apenas os psiquiatras podem receitar medicamentos. Geralmente, quando necessário, os tratamentos são feito em conjunto, com o psicólogo e o psiquiatra.

Please reload

Dúvidas Frequentes

 

Outras dúvidas? Entre em contato conosco por telefone, e-mail ou WhatsApp. Ficaremos satisfeitos em ajudá-lo.

​© 2018 by NOÉLTON PANINI DE SOUSA. Todos os direitos reservados